Slider

  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição1
  • Biblioteca Escolar Severim de Fariao

    Descrição2
  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição3
  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição4
  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição5

Link back

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Literatura e o meu portefólio


Ao escolher a disciplina de Literatura, não sabia o que esperar. Bem, tinha uma certa ideia: ler e escrever. Afinal de contas, é Literatura.
Mas esqueci o pormenor de ser Literatura Portuguesa. Quando, pela primeira vez, abri o manual, fiquei espantada: poesia trovadoresca, Luís de Camões, Gil Vicente, Fernão Lopes… Penso que esta disciplina me ajudou a compreender que não são apenas os escritores e os livros estrangeiros que são bons. Os nacionais também têm prestigio.
Foi então que a professora nos falou de um plano que se tem de desenvolver, um tal de Projecto Individual de Leitura. No início, fiquei um pouco assustada. Ela disse que era um “portefólio”. Claro que sei o que é um portefólio: um dossier, folhas e imagens. Mas este portefólio de Literatura é algo mais do que isso: é um objecto de cultura, quase sagrado, o tempo e dedicação que damos à sua criação é inimaginável. Perdi tardes de televisão, ensaios de dança, saídas com amigos… perdi tanto mas ganhei ainda mais. Valeu a pena. Se é para fazer, então que fique bem feito!
Pretendo tornar este portefólio, de capa roxa e folhas brancas, algo que seja aprazível para quem o leia, mas também para mim. Quero torná-lo um locus amoenus, digamos. Adoro escrever (como já se dever ter notado), apesar de não ser nenhuma Agustina Bessa-Luís nem nenhuma Florbela Espanca. Apenas tento ser sua descendente, nem que sejam poucas pessoas que vejam o meu árduo trabalho.
Dei o meu máximo, excedi os meus limites, busquei forças e inspiração… nem sei bem onde, para ser sincera.
Estou orgulhosa deste dossier, de todo o seu conteúdo. Sinto que ainda posso fazer melhor, não estou completamente satisfeita. Este é um dos meus defeitos. É bom defeito.
Guardarei este projecto como quem guarda uma estátua valiosa. No entanto, ao contrário da estátua, ele não tem nem nunca terá um preço.
É único, pelo menos para mim.

Joana Cidades
10ºLH nº17
2010/2011

Sem comentários: