Slider

  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição1
  • Biblioteca Escolar Severim de Fariao

    Descrição2
  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição3
  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição4
  • Biblioteca Escolar Severim de Faria

    Descrição5

Link back

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A biblioteca provisória

A Biblioteca em reconstrução

O transporte
Um quase último olhar
Os caixotes etiquetados para nada se perder
O corredor em vias de transformação
AntesAinda há pouco tempo

A escola está em obras profundas e, por isso a biblioteca está também a ser afectada. O edifício já tem umas dezenas de anos e necessitava de uma remodelação adaptada aos nossos tempos, tanto mais que vai contar com o andar da antiga residência, o que vai permitir que este edifício sólido, com uma arquitectura de qualidade, se torne numa das escolas com melhores condições. Como a primeira fase destas obras inclui os espaços onde estava esta biblioteca, foram postas várias hipóteses para a manter. Uma seria de apenas prestar serviços mínimos, sobretudo empréstimo de livros. Pensou-se numa sala pequena, sem computadores nem audiovisuais. Por fim optou-se por uma solução intermédia possível, mantendo a maior parte da colecção, com alguns computadores, algumas mesas, um espaço com sofás para ler revistas e ver filmes, num corredor.
As obras atrasaram-se: o processo é complexo, envolve a empresa Parque Escolar, um consórcio de empresas que ganhou o concurso, juntamente com a Escola Rainha Santa Isabel de Estremoz, empresa de fiscalização etc.
Antes do início das obras, a escola teve que proceder a uma rearrumação dos espaços, entre os quais o da biblioteca. Pode-se imaginar o que são toneladas de dossiês, secretárias, cadeiras, livros, televisores, computadores, leitores de DVD, materiais de laboratórios etc., etc., em espaços mais pequenos e ainda provisórios, numa escola que, entre alunos, professores e funcionários tem mais de mil pessoas e agora ainda engenheiros, arquitectos, electricistas, pedreiros … estaleiros, máquinas e mais máquinas, novas redes de electricidade, de internet … e condições de segurança para funcionarem as aulas dos cursos do 3º ciclo, do ensino secundário, do ensino secundário tecnológico, profissional, apoios educativos, reuniões com os pais, reuniões de professores ….
Seria difícil abrir a biblioteca já, até porque só na semana passada foi instalada uma sub-rede para acesso à Intranet e Internet. Ainda por cima, o número de funcionários tem diminuído e são todos necessários neste início das aulas.
A Biblioteca vai ficar aqui durante alguns meses neste corredor, depois passará para parte do antigo espaço e no final das obras, daqui a um ano e meio, para um espaço renovado e muito mais amplo.
Certamente todos compreenderão que esta biblioteca provisória tem menos condições que a anterior, será mais difícil ter aqui aulas de pesquisa com turmas grandes, haverá mais dificuldade em imprimir ficheiros grandes, menos computadores para acesso à rede.
Mas isso não significa que as coisas parem nem que isto seja pretexto para parar.
Vamos avançar que daqui a uns tempos teremos condições muito melhores.

O coordenador da Biblioteca

Sem comentários: